Setembro pauta ações pela conscientização e prevenção ao suicídio

Atento à necessidade do cuidado com a saúde mental, Governo de Goiás atua de forma permanente junto aos servidores do Executivo por meio do Programa de Acolhimento do Servidor (PAS)

O mês de setembro marca a busca por conscientização a respeito do suicídio desde 2014, quando a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e o Conselho Federal de Medicina (CFM) estabeleceram a realização da Campanha Setembro Amarelo. Desde então, são propostas nacionalmente várias ações informativas a respeito do tema para este mês, com destaque para o dia 10, considerado o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. Em Goiás, desde 2020, o assunto faz parte das ações desenvolvidas de forma permanente pelo Programa de Acolhimento do Servidor (PAS), da Secretaria de Estado da Administração (Sead). 

Atento à necessidade de atuar de forma ativa na prevenção do suicídio e no que se refere à saúde mental, o Governo de Goiás passou a oferecer o atendimento psicossocial on-line aos servidores públicos estaduais por meio do PAS. Superintendente Central de Políticas Estratégicas de Pessoal, Fabiana Falcomer explica que o programa surgiu com o objetivo de ajudar os colaboradores do Estado a superarem o mal estar emocional, considerando que, historicamente, os transtornos mentais são a causa da maior parte das licenças registradas na Junta Médica Oficial. 

Nesse sentido, o coordenador do Núcleo de Atenção Psicossocial da Gerência de Qualidade de Vida Ocupacional da Sead, Marco Aurélio Mendonça, considera que o cenário atual e a pandemia de Covid-19, especificamente, tem afetado a saúde mental das pessoas de forma significativa. “O que a gente tem percebido é o aumento de ansiedade, insegurança, tristeza, irritabilidade, sentimentos de frustração diante do isolamento social, das incertezas quanto ao futuro”, analisa. Entre as queixas mais comuns dos que procuram pelo PAS estão: ansiedade, tristeza, dificuldades de relacionamento, além de perdas e relatos de abuso físico, moral ou sexual. 

De acordo com Mendonça, em meio à pandemia de Covid-19 tornou-se necessário redobrar os cuidados com a saúde mental. “É algo que tem trazido medo, o medo da contaminação, das perdas, e tristeza em relação às perdas de entes queridos. Então, o Programa de Acolhimento do Servidor, o PAS, nasceu justamente nesse momento”, afirma. O psicólogo explica que o serviço é gratuito e destinado a qualquer servidor do Poder Executivo de Goiás. “A importância do programa é promover esse momento de acolhimento, escuta empática e apoio emocional, com orientações que vão favorecer o desenvolvimento de estratégias para o enfrentamento dos momentos difíceis.”

Falcomer ressalta ainda a relação do programa como iniciativas como a da Campanha Setembro Amarelo. “É essencial que o Estado ofereça esse apoio. A campanha do Setembro Amarelo deste ano, como prevenção ao suicídio, traz o slogan “Agir Salva Vidas” e é isso que estamos fazendo por meio do PAS: agindo com ações educativas para a conscientização dos servidores sobre a importância do autocuidado e agindo com a oferta do apoio psicológico realizado pelos nossos profissionais”, afirma a superintendente, que convida todos os servidores que estiverem com algum desconforto emocional a agendar o atendimento. 

Agendamento

O atendimento é feito por psicólogos, de segunda-feira a sexta-feira, das 7 horas às 19 horas, seguindo todas as exigências e recomendações do Conselho Federal de Psicologia (CFP), como a garantia de sigilo ético e privacidade. Atualmente, dez profissionais da área estão envolvidos com os atendimentos de demanda espontânea. Os agendamentos podem ser feitos pelo telefone (ligação ou mensagem de WhatsApp): (62) 98328-0572, das 7 horas às 18 horas, de segunda-feira a sexta-feira. 

Secretaria da Administração - Governo de Goiás

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.